ORÁCULO • SUPERINTERESSANTE MAGAZINE ISSUE #350
 
Espero que você não seja o último a saber. Há três explicações​: na Idade Média, alguns povos europeus castigavam a traição da mulher com a morte dela e do amante, cujo assassinato era praticado pelo marido traído. Se ele não matasse os dois, perdia a dignidade e precisava andar em público com um chapéu ornamentado com um par de cornos grandes. A segunda explicação é que outros povos europeus colocavam um par de cornos na porta de entrada do homem traído para avisá­lo. A terceira hipótese é que, no Brasil, a vaca é associada à mulher devassa. Ou seja, se a mulher adúltera é a vaca, o homem traído é o touro, cornudo ou chifrudo. Tudo o que lhe disserem além disso, é coisa que estão colocando na sua cabeça. 
 
--------------------------------------------------------------------
 
I hope you are not the last to know. There are three explanations: in the Middle Ages, some European peoples punished the betrayal of the woman with her death and lover, whose murder was committed by the betrayed husband . If he did not kill the two, he lost his dignity and had to walk in public with an ornate hat with a pair of large horns. The second explanation is that other European people put a pair of horns on the man's front door betrayed to avisálo. The third hypothesis is that, in Brazil, the cow is associated with wanton woman. That is, if the adulterous woman is a cow, man betrayed is the bull, horned or horned. Whatever they tell you moreover, it is something they're putting in your head.
Please follow me on instagram and click here to see more and buy prints.

You may also like

Jack Daniel's GROOVERS + Go Elephants Crew A Jack Daniel’s convocou Recife para uma noite no melhor estilo rooftop, na cobertura do hotel Dorisol. No dia 16 de maio de 2015, a Jack Daniel's Groovers contou com open bar premium, 2 palcos e uma vista para o mar de Piedade. O palco groove#1 recebeU no Line up o premiado dj NUTS (SP), conhecido por ser o parceiro oficial de Marcelo D2 nas picapes de seus shows + Lucio Morais (Database/SP) + Lala K e DaMata, mandando as pérolas da black music, do deep house, soul e grooves em geral e o palco groove#2, no melhor clima inferninho, bombação com DoubleMinds, Rodrigo Ilino e FeeMarx. †•••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••† The Jack Daniels called Reef for a night at best rooftop style, coverage of Dorisol hotel. On May 16, 2015, the Jack Daniel's Groovers had open premium bar, 2 stages and a view of the sea of Piedade. The groove stage # 1 received in Line up the winning dj NUTS (SP), known to be the official partner of Marcelo D2 in pickup trucks of his shows + Lucio Morais (Database / SP) + Lala K and Damata, sending pearls of black music, from deep house, soul and grooves in general and the groove stage # 2, the best climate of party n' explosion with DoubleMinds, Rodrigo Ilino and FeeMarx.
Os Sertões se apresenta no palco do Estelita, com participações especiais de Silvério Pessoa :: No Grau, Tagore, Bruno Lins (Fim de Feira) Djalma (AMP) e Ureia ( Academia da Berlinda & Banda Eddie), além dos shows de Projeto Sal & Replay.
King Congo Higher, Recife-Brasil. 2012. Estúdio Super Terra
Ilustração antiga que veio a calhar. / Antique illustration that came in handy. •-----------------------------------------------------------• A volta do Jorge Cabeleira e o Dia Em Que Seremos Todos Inúteis. Pré-lançamento da coletânea "Trazendo Luzes Eternas", trazendo à tona 20 anos da banda. Dia 17 de maio, a partir das 22 horas, no Baile Perfumado, no show de Céu tocando "Catch a Fire" e Banda Eddie. Participação especial de King Size. •-----------------------------------------------------------• The return of Jorge Cabeleira e o Dia Em Que Seremos Todos Inúteis. Pre-release of the compilation "Trazendo Luzes Eternas" (Bringing Eternal Lights), bringing up 20 years of the band. May 17, from 22 hours in Baile Perfumado Music House, Céu in concert playing "Catch a Fire" and Eddie Band. Special guest: King Size.
Ilustração para a edição número 68 da Runner's World Brasil (Editora abril). Colorização por Marcus Penna. "A história da corrida caminha lado a lado com a história da humanidade. O Homo sapiens evoluiu por causa da corrida, civilizações se desenvolveram e a sociedade prosperou porque sabíamos como correr. Na verdade, se não fosse por dar uma passada após a outra em ritmo mais rápido do que o de caminhada, a humanidade simplesmente não existiria. Entretanto, apesar do papel fundamental da corrida em nossa trajetória, ela muitas vezes fica fora dos livros de História. Talvez por a corrida ser parte muito importante do cotidiano, assim como respirar e comer, os estudiosos antigos não a mencionavam. Mas, através de textos históricos e relatos passados de geração para geração, mostramos agora como a corrida moldou o mundo."
Back to Top